Entre os dias 22 e 25 de março de 2022 acontece o Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA) em Dakar, capital do Senegal. Simultaneamente, entidades brasileiras organizam o FAMA 2022 Brasil/Dakar.

Veja a programação completa a seguir: (Para ver as atividades autogestionadas, clique aqui.)
📲 OS PAINÉIS SERÃO TRANSMITIDOS PELO YOUTUBE: ondasobservatóriodosaneamento
🔗 Links para participar via ZOOM das atividades no Brasil estão no final desta página.

PAINEL 1: Apresentação do FAMA 2022 BRASIL/DAKAR
Data: 22/03 –  Horário:16h30

Objetivos: Situar a importância do FAMA e apresentar os reais interesses do Fórum das Corporações, abrindo espaço para uma interação entre os países da África e Brasil quando ocorre o FAMA no Senegal, priorizando a visão dos ecossistemas de produção hídrica uma vez que os dois grandes continentes do Sul apresentam altos índices de vulnerabilidade hídrica.

Mediadora: Francisca Adalgisa
Relatoras:  Lucimar Siqueira (Observatório das Metrópoles) e Any Moraes (Marcha Mundial de Mulheres)
Expositores:
▪️ Léo Heller – Observatório Nacional dos Direitos à Água e Saneamento (ONDAS) Brasil
▪️ Dalila Calisto – Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB
▪️ Carlos Bocuhy – PROAM
▪️ José Bastos – Instituto Nacional de Águas São Tomé e Príncipe
Painelistas:
▪️
Kete Fumo – Membro da organização Moçambicana Justiça Ambiental, e co-coordenadora regional do programa Contra a privatização da Água, na Amigos da Terra Internacional. Amigos da Terra – Moçambique
▪️ José Bastos – Instituto Nacional de Águas São Tomé e Príncipe
▪️ Rafael Neves – Articulação Semiárido Brasileiro
Zoom: https://cutt.ly/iSsPzVN

PAINEL 2: A luta dos povos indígenas, quilombola, povos tradicionais e de áreas urbanas vulnerabilizadas pelo acesso à água e ao saneamento: os impactos da discriminação de gênero e o racismo estrutural.
Data: 22/03   Horário:18h30

Objetivos: Refletir sobre o quão as opressões produzidas pelo racismo e machismo são base para aprovação do novo modelo legal do acesso à água e ao saneamento aprovado no Brasil. A se observar a histórica política de NÃO direito à terra e o acirramento do questionamento e o não deferimento da demarcação de terras indígenas, quilombolas e de comunidades tradicionais. Práticas que nas áreas periféricas e de favela dos grandes centros urbanos são cotidianamente vivenciadas pelo NÃO acesso à moradia. Refletirmos acerca da igualdade de gênero que é um dos princípios básicos fundamentais dos direitos humanos. A violação de direitos e sua transversalidade no que se refere a desigualdade de gênero de não acesso à água e ao saneamento básico que implicam outros direitos, como o direito à alimentação, moradia, segurança, educação, emprego e renda, saúde. Além da questão da higiene menstrual que está diretamente relacionada a ausência de políticas que respeitem as especificidades das mulheres no que tange o desenvolvimento urbano.

Mediadores: Andrea Matos e Aluízio Junior
Relator: a confirmar
Expositores

  • Edmilson Barbosa – ONDAS – Sindae
  • Karla Hora – Universidade Federal de Goiás
  • Eliel Benites Guarani – Universidade Federal de Grande Dourados
  • Txulunh Xokleng Gakran Povo Xokleng
  • Any Moraes – Marcha Mundial de MulheresZoom: https://cutt.ly/iSsPzVN


    PAINEL 3: 
    Desprivatização e alternativas
    Data: 23/03    Horário:16h30

    Objetivos
    : O painel tem por objetivo tratar da questão da garantia do direito humano à água e ao saneamento, fazer uma reflexão e denunciar os processos de privatização dos serviços de água e saneamento nos países da América Latina, bem como destacar a resistência e as conquistas das organizações sociais que, na defesa da água como um bem comum e direito humano, têm conduzido à desprivatização e a propostas alternativas de gestão.Mediadora/r: Andreiev Pinzón
    Relator/a: a confirmar
    Expositores:

    • Andreiev Pinzón Associação de sustentabilidade, equidade e direitos ambientais (ENDA) Colômbia
    • Adriana Marquisio Plataforma de Acordos Público Comunitários (PAPC) Uruguai
    • Oscar Olivera – Fundação Abril – Bolívia
    • Léo Heller – Observatório Nacional dos Direitos à Água e Saneamento (ONDAS) – Brasil
    • Javier Marquez – Corporação Ecológica e Cultural Penca de Sábila – Colômbia
      Zoom: https://bit.ly/3CNJ9bQ


PAINEL 4:
    Fome, soberania alimentar e direito à água e ao saneamento
Data: 23/03   Horário:18h30

Objetivos: 1) Refletir sobre o impacto social do aumento da população em situação de insegurança alimentar e de fome no Brasil, acentuando o retorno do país ao Mapa da Fome; 2) Debater sobre o impacto do desmonte dos programas sociais de atendimento às populações mais vulneráveis, como ferramentas de garantia de acesso a água e saneamento, segurança e soberania alimentar e nutricional; 3) Destacar o direito de acesso a água e ao saneamento como elementos fundamentais no desenvolvimento de comunidades e populações que vivem em situação de estresse e/ou insegurança hídrica; 4) Compartilhar experiências bem sucedidas de acesso à água e ao saneamento, destacando sua importância para a segurança alimentar e nutricional e para a preservação dos bens comuns.

Mediadora: Lucimar Siqueira – Geógrafa, pesquisadora no Observatório das Metrópoles
Relatora: Any Moraes – Marcha Mundial das Mulheres
Expositores:

▪️ Cintia Barenho – Bióloga e Mestre em Educação Ambiental. Militante da Marcha Mundial das Mulheres. Articuladora da Aliança Feminismo Popular.
▪️
 Vilazio Léllis Jr. – Eng Agrônomo, Secretário Executivo do PROA
▪️ Juliano de Sá – Presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável do RS (CONSEA RS)
▪️ Selemi Lima – Militante MST, assentada da Reforma Agrária e agricultora orgânica
▪️ Josiane Costa – Direção Nacional Movimento Pequenos Agricultores
Zoom: https://us02web.zoom.us/j/88985473005?pwd=MTI5cUFlQ1BQSUtwUTJrdHFXU2VpQT09


PAINEL 5: Participação e controle social na gestão das águas   

Data: 24/03   Horário:16h30

Objetivos: Debater a importância do resgate dos espaços institucionais de participação e controle social desmontados pelo atual governo, à luz das distorções identificadas nos espaços de participação que tratam da questão ambiental (SISNAMA, comitês de bacias, conselhos); o caso de Brumadinho e Mariana à luz do Comitê da Bacia do Rio São Francisco; a gestão democrática da cidade frente aos desafios postos pelos fenômenos climáticos extremos nas cidades; debater as possibilidades a partir da autogestão da água e avançar na direção de mudanças.

Mediadora/r: Gilberto Nascimento – ABES
Relator/a: Jacqueline Guerreiro (REDA)
Expositores

  • Livia Miranda – Observatório das Metrópoles
  • Carlos Bocuhy – Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental – PROAM
  • Marcos V. Polignano – Instituo Guaicuy. Vice-presidente no Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco
  • João Climaco – Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias (FONASC)
    Zoom: https://cutt.ly/5SsPOOY

PAINEL 6:  Espiritualidade da Água     
Data: 24/03  –  Horário:18h30

Objetivos: Refletir sobre a espiritualidade da água, sua transversalidade, centralidade e essencialidade para todas as formas de vida do planeta e o papel da educação para o avanço dessa perspectiva.

Mediadora: Moema Viezzer (REDA/BRASIL)
Relatora: Ruth Kelson
Painelistas:

▪️ Yiá Marcia
▪️ Eliseu Pereira
▪️ Monge Marcelo Barros
▪️ Nelton Frieddrich
▪️ Luciana Ferraz
Zoom: https://cutt.ly/5SsPOOY

PAINEL 7: Emergências climáticas: seus impactos no campo, nas florestas e nas metrópoles
Data: 25/03    Horário:16h30

Objetivos: O painel visa discutir a emergência climática e seus reflexos nos vários territórios e grupos sociais que neles vivem ou deles dependem. Será apresentada uma visão sistêmica sobre as relações climáticas entre os biomas brasileiros através do conceito de rios voadores e a maneira como se relacionam com a Amazônia, Cerrado, campo e metrópoles. A intenção é mostrar como as variações climáticas provocadas pelo aquecimento global tornam as populações ainda mais vulneráveis, sobretudo através da combinação entre eventos climáticos extremos e a ausência de implementação de políticas públicas que possibilitem a adaptação.

Moderador: Aercio B. de Oliveira – FASE
Relator: Gilberto Nascimento
Expositores

▪️ Yara Schaeffer-Novelli – PROAM
▪️ Evaniza Rodrigues – União Nacional Moradia Popular/ Fórum Nacional de Reforma Urbana
▪️ Leila Cristina Lemes – Campanha em Defesa do Cerrado
▪️ Cleonice Back – Agricultora Familiar, executiva da FETRAF-RS, direção da CUT-RS e suplente do Senador Paim
▪️ Liza Maria Souza de Andrade –  BrCidades/Universidade de Brasília
Zoom: https://cutt.ly/nSsPSYh

 

PAINEL 8:   Mercantilização da Água     
Data: 25/03     Horário:18h30

Objetivos: O objetivo da mesa é debater os riscos e problemas de captura da água pelo capital privado através de sua mercantilização e avaliar as alternativas que estão sendo adotadas na direção da abordagem da água como bem comum, sobretudo as mudanças recentes em andamento no Chile.

Moderador: Diego Martinez
Relator: a confirmar
Expositores

  • Diego Martinez – Asociación Centro Nacional de Salud, Ambiente y Trabajo CENSAT Agua Viva REDVIDA – Colômbia
  • Marcos Montenegro – Asociación Centro Nacional de Salud, Ambiente y Trabajo CENSAT Agua Viva REDVIDA – Colômbia
  • Edson Aparecido da Silva – Edson Aparecido da Silva – ONDAS – Brasil
  • Alexander Panez – Universidad del Bio Bio – Chile
  • Vicente Andreu – ONDAS – Brasil
  • Gloria Tobón – Coalición de Organizaciones Mexicanas por el Derecho al Água COMDA – México
  • Gilberto Cerviski – Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB – Brasil
    Zoom: https://bit.ly/3u4wqxs

📲 OS PAINÉIS SERÃO TRANSMITIDOS PELO YOUTUBE: ondasobservatóriodosaneamento

🔗 Links para participar via ZOOM das atividades no Brasil 🔗
. 22 de março – início 16h30
🔗https://us02web.zoom.us/j/84710335750?pwd=Q0FNaWpObFE1ZkhpOE5jKzkyWWhhQT09
ID da reunião: 847 1033 5750
Senha de acesso: 572655

. 23 de março – início 16h30
🔗 https://us02web.zoom.us/j/88985473005?pwd=MTI5cUFlQ1BQSUtwUTJrdHFXU2VpQT09
ID da reunião: 889 8547 3005
Senha de acesso: 052720

. 24 de março – início 16h30
🔗 https://us02web.zoom.us/j/83886351838?pwd=a1ByWGdURmdFV0lleW44aGR3bWdRUT09
ID da reunião: 838 8635 1838
Senha de acesso: 153745

. 25 de março – início 16h30
🔗 https://us02web.zoom.us/j/89409185659?pwd=ck9hQmJEWlNFMldTcHZFSXUvWWpsdz09
ID da reunião: 894 0918 5659
Senha de acesso: 518183

🔗 Links para participar via ZOOM das atividades latino-americanas 🔗
. 23 de  março – 16h30 (horário de Brasília)
“Luchas y alternativas a la privatización del agua, claves para entender los derechos humanos al agua y el saneamiento”
Link para o Zoom: 🔗 https://bit.ly/3CNJ9bQ

. 25 de março – 18h30 (horário de Brasília)
“Políticas de privatización y mercantilización del agua, claves para entender los derechos humanos al agua y el saneamiento”
Link para o Zoom: 🔗 https://bit.ly/3u4wqxs