O Conselho Deliberativo do Sindieletro se reuniu na sexta-feira e sábado passados, 22 e 23 de fevereiro, e definiu os três eixos de luta da categoria eletricitária para o próximo período.

A direção sindical já está na base, com reuniões setoriais em todo o Estado, para debater amplamente e decidir as estratégias CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA CEMIG, CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA EPELA DEFESA DOS NOSSOS DIREITOS NA NEGOCIAÇÃO COLETIVA.

O cenário em Minas e no Brasil é desafiador. Com o avanço da agenda da ultradireita no Executivo e no Legislativo, proliferam pautas contra os interesses e os direitos da classe trabalhadora.

Por isso, mais uma vez o Sindieletro convoca a categoria eletricitária para a luta. É o nosso futuro que está em jogo!

Especialistas já avaliam que se o povo e os trabalhadores brasileiros não encherem as ruas, a Reforma da Previdência do governo Bolsonaro, que cria mais miséria para a população, jogando a classe média para o empobrecimento, vai passar no Congresso.

A mesma situação deve ser considerada para a Cemig: se não mobilizar, o governo vai se sentir livre para privatizar a empresa e avançar sobre o nosso Acordo Coletivo de Trabalho.

Não tem receita nem mágica. A atual conjuntura pede organização, coerência e muita resistência da classe trabalhadora. É o nosso momento de lutar!

Fonte: Ascom Sindieletro-MG

Deixe uma resposta

Fechar Menu