A Frente Parlamentar Ambientalista retoma as discussões sobre a implementação efetiva da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) nos próximos 10 anos. Hoje deputados e especialistas vão discutir estratégias de reaproveitamento de resíduos como oportunidade de desenvolvimento sustentável.

Os organizadores afirmam que a Política Nacional de Resíduos Sólidos completa 10 anos sem ter sido efetivamente implementada, tanto na aplicação de seus instrumentos quanto na responsabilização de atores sociais para novas práticas.

Ontem especialistas ouvidos pelos deputados disseram que falta dinheiro para que política de resíduos sólidos saia do papel. Para reverter esse quadro daqui a 10 anos, a Frente Parlamentar Ambientalista reuniu alguns casos bem-sucedidos de manejo de resíduos no Brasil e no mundo.

Confira a programação:
9h30
Painel 3 – Resíduos orgânicos/compostáveis – gestão estratégica e oportunidades para uma nova sociedade
– o consultor de Gestão Sistêmica de Resíduos Orgânicos e Compostagem Antonio Storel;
– o especialista em Resíduos e Biogás da ONU Luis Felipe Colturato; e
– o vereador do Psol de Florianópolis (SC) Marcos José de Abreu.

Painel 4 – Resíduos secos/recicláveis: as responsabilidades previstas na PNRS
– a representante do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis Irineide Lima;
–  o procurador da República no Amazonas Leonardo de Faria Galiano;
– o gerente de Meio Ambiente da Natura,  Sérgio Talocchi; e
– a representante da prefeitura de Ribeirão Claro (PR) Daiane Palmonari.

14 horas
Painel 5 – Recuperação máxima de resíduos como oportunidade de desenvolvimento sustentável
– o representante do Movimento Nacional Eu sou Catador de Materiais Recicláveis Sebastião Carlos dos Santos;
– a coordenadora-geral da Rede de Biodigestores para América Latina e Caribe, Mariela Pino;
– a fundadora do Modefica (plataforma de conteúdo sobre moda e sustentabilidade) Marina Colerato; e
– o pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Gustavo Luedemann.

Os painéis serão transmitidos nas redes sociais da Frente Parlamentar Ambientalista Mista do Congresso Nacional; e da Frente Parlamentar Ambientalista de SP.

As inscrições podem ser feitas pela internet.

Da Redação – ND

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Fechar Menu