Na próxima semana, o Sinergia-MS realiza um ciclo de palestras sobre a reforma da previdência, aposentadoria especial, nova legislação trabalhista e novidades da gestão sindical. A programação é voltada para eletricitários, trabalhadores em geral, dirigentes do Sinergia e de outras entidades sindicais. Os seminários serão nos dias 18 e 19 de julho, em Campo Grande.

Um dos objetivos do evento é esclarecer as dúvidas dos eletricitários em relação ao acesso à aposentadoria especial. “Esse é o terceiro evento que a gente faz sobre aposentadoria especial, por causa da necessidade do trabalhador que não tem PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário). Ele não sabe como provar que tem 25 anos de atuação na área de risco. Nosso foco é tentar ajudar aquele que tem o tempo, mas não consegue provar na justiça que tem o direito a essa aposentadoria”, explica o diretor do Sinergia, Elvio Vargas.

Também serão abordados temas relacionados aos impactos da Reforma Trabalhista e as ameaças de uma possível Reforma da Previdência. “Depois da quase aprovação da reforma da previdência, o cenário é incerto. Todos estão em dúvida se esse projeto vai andar ou não, e precisamos analisar como a gente está situado nesse contexto”, avaliou.

No primeiro dia (18 de julho), serão realizadas as palestras “Ameaças remanescentes da Reforma da Previdência” e “Por que o Eletricitário deve ter direito a Aposentadoria Especial e como suprir a ausência do PPP?”, com Rafael Schmidt, mestre em Ciências Jurídicas e especialista em Direito Previdenciário; “Os impactos reais da Reforma Trabalhista”, com Alexandre Morais Cantero, advogado trabalhista e especialista em Direito e Processo do Trabalho; e “Direito Constitucional de continuar trabalhando na área de risco após Aposentadoria Especial”, com Rosana Silva Pereira Cantero, advogada e pós-graduada em Direito Previdenciário.

Já no segundo dia (19 de julho), os painéis de discussão serão voltados para gestão sindical, com o assessor contábil, Vantuir Soares da Silveira. Os temas serão “Resgate da evolução organizacional do movimento sindical e os processos de controle e fiscalização por parte de órgão públicos no Brasil, com ênfase ao processo organizacional e gestão das entidades” e “Novas obrigações acessórias para o movimento sindical: ECD, EDF, e-Social e EFD-REINF”.

Será aberto um espaço para debate com o palestrante, esclarecimentos, dúvidas e abordagem pelas entidades presentes.

“Estamos inovando, mais uma vez, em trazer um evento desse porte para discutir um tema tão importante que é o e-Social. A partir de novembro, todas as entidades sindicais vão ter que se adaptar a essa ferramenta e a essa nova forma de gestão do sindicato. É uma necessidade. O Sinergia sai à frente e conta com a participação dos eletricitários e de dirigentes de outros sindicatos”, comentou o diretor Elvio Vargas.

As palestras serão ministradas no Hotel Buriti, que fica na Rua Antônio Maria Coelho, 2.301, em Campo Grande. As inscrições devem ser feitas no Sinergia-MS pelo telefone 3029-5821 (com Vanessa).

O ciclo de palestras é uma realização do Sinergia-MS e faz parte do planejamento da FURCEN (Federação Interestadual dos Trabalhadores Urbanitários nos Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e no Distrito Federal). (fonte: Sinergia-MS)

Deixe uma resposta

Fechar Menu