Com um sistema elétrico singular em todo mundo, com capacidade natural de estocar energia (reservatórios de acumulação), capacidade de gerir o risco hidrológico por meio da diversidade climatológica, vasto sistema de transmissão que integra diversos climas e fontes de energia, domínio técnico de várias tecnologias de geração, capacidade de promover a transição energética descarbonizando a matriz elétrica e um sistema dotado de uma grande capacidade para lidar com a intermitência energética, o Brasil leva enorme vantagem na transição energética.

No vídeo abaixo, Ronaldo Bicalho e Clarice Ferraz conversam sobre essas vantagens e a necessidade de parar de imitar modelos inadequados e apostar na originalidade do nosso setor para sair da crise. (fonte: GGN)

Leia também:
 Haddad assina carta compromisso para não privatizar sistema Eletrobras e suas distribuidoras
. Haddad em carta aos urbanitários: “estaremos unidos na defesa do acesso à água e ao esgotamento sanitário”

Urbanitários em luta: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.
ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

 

Fechar Menu