O trabalho análogo à escravidão ainda é uma realidade no Brasil. Ainda hoje, é possível encontrar trabalhadores e trabalhadoras exercendo o seu labor de forma irregular e em condições precárias em diversas áreas, tanto em cidades do interior quanto nas grandes cidades, onde muitos trabalham em condição de quase escravidão sem saber que estão sendo explorados pelo empregador. Não é possível aceitar essa realidade nefasta em pleno Século XXI.

O SINDISAN se soma à essa luta. Quem identificar alguma ação de trabalho análogo a escravidão pode denunciar pelo Disque 100. O sigilo do denunciante é garantido.

#NãoAoTrabalhoEscravo #TrabalhoDigno #EmpregoDecente #RespeitoAoTrabalhador #Denuncie #Disque100 #SindisanNaLuta

Fonte: Ascom SINDISAN

Fechar Menu