Em face do avanço do coronavírus (Covid-19) em todo o mundo e também no Brasil, por medida de precaução e em respeito às pessoas e à saúde pública, o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgotos do Estado de Sergipe (SINDISAN) tomou a decisão prudente de suspender a realização da IV Caminhada da Água, que estava marcada para o próximo dia 18/3, em comemoração ao Dia Mundial da Água (22 de março).

A manifestação aconteceria de forma unificada com outras categorias, somando-se aos atos do Dia Nacional de Luta por Direitos, em Defesa do Serviço Público e Contra as Privatizações, e estava prevista a saída da grande caminhada a partir da sede da DESO, em Aracaju.

Informamos, ainda, que a decisão do cancelamento vem se somar à decisão e orientação igual da Executiva Nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), à qual o SINDISAN é filiado.

Ao passo que cobramos dos governos e dos parlamentos, nas três esferas, a adoção de planos eficazes de combate ao novo coronavírus e o reforço ao SUS, com a reposição dos recursos que vem sendo sistematicamente cortados da saúde e suspensão imediata da Emenda Constitucional 95 (que congelou o orçamento da União), o SINDISAN manterá a sua luta em defesa do caráter essencial da água para a vida das pessoas, defendendo, intransigentemente, a necessidade de mantê-la sob gestão pública – e não sob gestão privada, que persegue apenas o lucro em detrimento do inegociável direito humano à água.

O SINDISAN reafirma, ainda, a sua defesa pelo Saneamento Público, universal e sob controle social; por um Sistema Única de Saúde igualmente universal e sob controle social, e por Serviços Públicos, Empregos, Direitos e Democracia.

Fonte: Ascom SINDISAN

Fechar Menu