O Sindaema esteve reunido, na terça-feira (08), com os trabalhadores do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Mateus – SAAE para alinhar ações de enfrentamento em defesa dos empregos da categoria, diante da possibilidade de concessão dos serviços para a Cesan.

Durante o encontro, a direção do sindicato fez  um resgate histórico de todas as tentativas de privatização do sistema de água e esgoto, e da luta e resistência que o Sindaema promoveu juntos às autoridades locais e com a população para evitar que a companhia passasse para as mãos da iniciativa privada.

Foi um momento importante de debate e diálogo em que os trabalhadores locais pontuaram também o fato de que a Cesan está, desde o segundo mandato do governador Paulo Hartung, tentando resgatar o serviço ofertado por eles.

O Sindaema fez uma análise da conjuntura atual, que atravessa o Saneamento no Espírito Santo e no Brasil, e sobre as condições adversas que a categoria atravessa neste cenário. Inclusive foi destacada a existência de um Projeto de Lei que tramita na Câmara Municipal para autorizar a concessão dos serviços municipais para a Cesan.

Segundo o presidente do Sindaema, Fábio Giori, é importante que os trabalhadores se mantenham unidos. Na ocasião ele também fez esclarecimentos sobre as possibilidades do que pode acontecer numa eventual concessão da SAAE para a Cesan.

“Na reunião os trabalhadores entenderam a importância do momento que atravessam e formaram uma comissão, com todas as categorias que compõem o SAAE – São Mateus, para realizarmos as ações necessárias para assistir os trabalhadores e conseguir o melhor resultado possível para cada um deles”, disse Giori.

O objetivo da comissão formada é trabalhar em três eixos, sendo o primeiro a absorção dos trabalhadores pela Cesan; articulação e sensibilização dos agentes políticos, incluindo o Ministério Público Estadual e o terceiro a absorção dos trabalhadores pela prefeitura do município.

Outro ponto debatido e aprovado pelos trabalhadores foi buscar junto ao Executivo e Legislativo municipal a aprovação de uma lei que crie um Plano de Incentivo a Demissão Voluntária (PIADV) para os trabalhadores da SAAE.

Uma comissão formada por trabalhadores da empresa realizou um estudo para a criação deste plano. A intenção é assistir àqueles trabalhadores que não forem absorvidos pela Cesan ou pela prefeitura de São Mateus.

“Este é nosso compromisso com a categoria. Vamos acompanhar todos os passos, orientar e buscar soluções e assim evitar prejuízos ao trabalhador. Estamos otimistas e preparados para enfrentar mais esse desafio”, concluiu Giori.

 

Fonte: Ascom Sindaema-ES

Fechar Menu