Uma ‘Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora 2018’, foi proposta aprovada no Fórum das Centrais e será lançada em dia 5 de junho, às 15h, na Câmara dos Vereadores de São Paulo (SP).

O documento, que é uma ação conjunta das Centrais Sindicais (CUT, CSB, CTB, Nova Central, Força Sindical, UGT e Intersindical) em parceria com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), contém 20 pontos sobre os desafios do Brasil de hoje, sobretudo após a agenda regressiva implementado por Michel Temer em dois anos de gestão ilegítima.

“Voltamos 20 anos em 2 e a proposta do documento é apresentar as propostas da classe trabalhadora para a próxima etapa da luta. Com esse documento, o Fórum das Centrais ratificam que não aceitará nenhum projeto que não esteja comprometido com um projeto de país que tenha como centro a retomada do crescimento, com geração de emprego, valorização do trabalho e distribuição de renda”, ressaltou Adilson Araújo, presidente da CTB.

O documento também deverá ser lançado no Congresso Nacional, ainda em data a ser confirmada. (com informações: portal Vermelho)

Fechar Menu