Durante Assembleia Geral realizada nesta terça-feira (13/3), os trabalhadores da CEPISA aprovaram, por unanimidade, indicativo de paralisação por 72 horas para os dias 20, 21 e 22 de março. Os trabalhadores reivindicam a negociação do Acordo Coletivo de Trabalho, pois a empresa já adiou por três vezes a primeira rodada com o Coletivo Nacional dos Eletricitários – CNE. A próxima reunião está prevista para acontecer próximo dia 15 (quinta-feira) e, caso a direção da empresa não apresente nenhuma proposta ou se recuse a fazer uma mesa única para geradoras e distribuidoras, os trabalhadores irão parar.

A categoria protestará também contra a descriminação por parte da Holding aos trabalhadores das distribuidoras de energia, já que não foram incluídos no novo plano de desligamento, sendo válido apenas para os trabalhadores das geradoras. O sindicato já protocolou documento e entrou ao presidente da CEPISA exigindo tratamento isonômico a todos os trabalhadores do Sistema Eletrobras. Não permitiremos ser excluídos de qualquer programa ou benefício oferecido pela Holding.

No pacote de protestos, os trabalhadores também estarão mobilizados dia 21/03, data marcada em edital para nova AGE da Eletrobras, que deve acontecer na sede da CEPISA, em Teresina, a partir das 17hs. A categoria ficará de vigília durante todo o dia nos portões da empresa para tentar impedir que esta assembleia aconteça. Com a força da nossa luta já conseguimos impedir a realização da audiência pública e da AGE marcada para o último dia 6. E, mais uma vez, estaremos mobilizados para barrar este processo vergonhoso de entrega do patrimônio do povo piauiense.

O Sindicato dos Urbanitários do Piauí convocado todos(as) os(as) trabalhadores(as) para permanecerem unidos e mobilizados nesta guerra contra a privatização da nossa CESPISA e em defesa dos nossos direitos! (fonte:  Sintepi)

Deixe uma resposta

Fechar Menu