A audiência na Justiça do Trabalho de Coronel Fabriciano relativa ao processo ingressado pelo SINDÁGUA contra as mudanças nas escalas de trabalho foi adiada de 20 de fevereiro para 13 de março/2019.

O SINDÁGUA recebeu notificação do juiz titular da Vara do Trabalho, Claudio Antônio Freitas Delli Zottu, para comparecer e informou que o adiamento se deve à intimação do Ministério Público do Trabalho (MPT) para participar da audiência.

Esta participação do MPT é de extrema importância, pois o órgão vem acompanhando todo o desenrolar das negociações entre o Sindicato e a Copasa, orientando procedimentos para respeito ao Acordo Coletivo de Trabalho Extraordinário e à própria legislação.

Os trabalhadores aguardam com ansiedade uma decisão judicial que assegure o respeito ao direito pela Copasa, apesar de entendermos que a direção da empresa possa se antecipar e reparar o grave dano provocado com a irregular mudança das escalas, antes mesmo da necessidade de uma sentença.

Fonte: Ascom Sindágua-MG

Deixe uma resposta

Fechar Menu