Os servidores públicos da Ceal – a distribuidora da Eletrobras em Alagoas – iniciaram nesta terça-feira (20/3) uma paralisação que segue até a próxima sexta, dia 23. A greve resultou em uma diminuição de aproximadamente 80% no quadro de funcionários.

A categoria defende a não-privatização da distribuidora. “Nós lutamos pela manutenção dos direitos, garantia do emprego e à não privatização. A gente conclama a sociedade para participar desse movimento contra a venda de patrimônios construídos pelo povo alagoano, como a Ceal”, declarou o presidente do Sindicato dos Urbanitários, Nestor Silva Powell.

SEGUIREMOS LUTANDO CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS E DE SUAS DISTRIBUIDORAS. ENERGIA NÃO É MERCADORIA!!!

(Com informações do TNH1)

 

Fechar Menu