Em todos os estados, os trabalhadores e trabalhadoras da Eletrobras estão de braços cruzados em protesto contra a privatização de empresa e suas subsidiárias.

O movimento que começou na manhã desta segunda-feira (16 de abril) é uma resposta ao processo de privatização posto em andamento pelo governo golpista de Michel Temer. E também um ato em defesa do patrimônio público, da soberania nacional e da segurança energética.

Trabalhadores registram imagens da paralisação: Maranhão, Rio de Janeiro, Piauí, Tocantins, Sergipe, Acre, Rondônia, Paraná, Bahia, Amapá, São Paulo, Minas Gerais, Alagoas, Pernambuco, Roraima, Amazonas, Ceará, Goías, Distrito Federal, Santa Catarina …

Leia também:
Nesta segunda: eletricitários param em defesa da Eletrobras pública, eficiente e para todos 
. Eletrobras: agora é tudo ou nada 
. Por que tenta-se vender a Eletrobras a galope?

 

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu