Qual seria a real intenção do atual prefeito de Aracaju, o senhor Edvaldo Nogueira (PCdoB), de quase todos os dias estar com a sua foto estampada nos jornais e sua imagem nas redes de TV local batendo pesado nos serviços prestados pela Deso à população aracajuana?

Vamos refletir um pouco sobre isso. Sabemos que no mês passado o prefeito promulgou o novo Plano Municipal de Saneamento de Aracaju, onde se abre grandes brechas para a entrada da iniciativa privada, principalmente nos serviços de esgotamento sanitário da nossa Capital.

Sabemos também que, por algum motivo que nos foge no momento, a concessão que pertence ao município para a exploração dos serviços de água e esgotos ainda não foi renovada, portanto, está em aberto.

Isso, por si só, constitui um grande risco para a Deso, pois somente a cidade de Aracaju corresponde a mais de 60% de todo o faturamento da Companhia.

Então, é de se supor que a visível tombada do “ex-comunista” Edvaldo Nogueira para os braços da conhecida e viciada direita conservadora, sempre ávida por privatizações e por deitar e rolar com as famigeradas parcerias público-privadas (PPP’s) – onde o Estado entra com o dinheiro e a iniciativa privada fica com todo o lucro – pode ter a ver com esse discurso sempre negativo em relação à Deso.

Quem sabe essas bravatas contra a Companhia de Saneamento de Sergipe, despejadas todo santo dia na imprensa local, não seja simplesmente um álibi para iniciar, de forma aberta, o processo de entrega dos serviços hoje prestados pela Deso -que praticamente já universalizou a oferta de água na Capital – à iniciativa privada?

Fiquemos todos de olho e não esqueçamos que Edvaldo Nogueria assinou, durante a campanha eleitoral, uma carta-compromisso com o Sindisan, prometendo não passar os serviços de água e esgoto da Capital para o setor privado! (fonte: Sindisan-SE)

Deixe uma resposta

Fechar Menu