Íntegra da nota do Sindieletro-MG sobre o ACT na Cemig:

“As assembleias deliberativas do nosso Acordo Coletivo de Trabalho chegam ao segundo dia com grande participação da categoria em todo o Estado.

Com um debate franco e transparente, já discutimos os pontos da proposta apresentada pela gestão da Cemig em mais de 32 reuniões realizadas na base.

O processo negocial que nos trouxe até a proposta feita pela empresa no dia 5 de janeiro foi desgastante, cheio de percalços e desafios. Entretanto, a categoria eletricitária mostrou unidade e força para repelir os ataques da gestão da Cemig e do governo do Estado.

Mostramos para muitos o significado prático do que é lutar. Nesse sentido, é imprescindível destacar que a renovação do nosso ACT não é uma disputa meramente corporativa.

A negociação do Acordo representa os anseios e expectativas que nutrimos não só e relação à Cemig, mas também à sociedade como um todo. Ela faz parte da luta por dignidade, valorização, respeito, enfim, pelos direitos básicos e fundamentais de qualquer um que batalha por uma sociedade mais justa.

Exemplo? A cláusula antirreforma conquistada no nosso Acordo é uma ação concreta contra a Reforma Trabalhista e em defesa de toda a classe trabalhadora.

Da mesma forma, quando reivindicamos saú- de, segurança, valorização do trabalho, empregos e serviços de qualidade, nossa pauta é uma pequena parte na construção dos direitos dos trabalhadores (as) do nosso país e dos consumidores de um serviço essencial que é a energia elétrica.

Por fim, lembramos que ao contrário de outros sindicatos, o Sindieletro segue firme na defesa intransigente dos direitos de cada eletricitário ou eletricitária, fazendo o primordial: ouvindo, discutindo e debatendo com transparência e respeitando a decisão coletiva da categoria.

Venha participar das assembleias. Opine e se posicione. Participação, luta e transparência: essa é a chave para a nossa resistência.”

Deixe uma resposta

Fechar Menu