Mais de quarenta representantes de entidades sociais, sindicais e acadêmicas de praticamente todos os estados se reuniram, e se comprometeram, durante a realização do FAMA 2018 – Fórum Alternativo Mundial da Água – com a reconstrução da Frente Nacional do Saneamento e a criação do Observatório Nacional do Saneamento. A reunião aconteceu no dia 19/3.

Para os presentes no encontro, reativar a Frente e consolidar um Observatório que concentre todos os dados do saneamento no país, com a finalidade de realizar estudos que apontem em soluções para os problemas do setor é ponto fundamental para o enfrentamento ao processo de mercantilização da água, a privatização do saneamento e a garantia a esses direitos para toda a população do país.

A reunião foi um dos resultados efetivos das atividades autogestionadas organizadas pela FNU dentro do FAMA.

Urbanitários já marcaram reunião para os dias 3 e 4 de abril

A FNU está convocando reunião com representantes de seus sindicatos filiados para os dias 3 e 4 abril, em Brasília, a fim de discutir formas de viabilizar, o mais rápido possível, o Observatório Nacional do Saneamento.

“Nossa ideia é unirmos forças e já sairmos da reunião com as contribuições definidas que a Federação poderá oferecer para a construção do Observatório que consideramos de suma importância”, disse o presidente da FNU, Pedro Blois.

Confira a relação das entidades comprometidas com a criação do Observatório Nacional do Saneamento e o fortalecimento da Frente Nacional de Saneamento:

ADEFIMPA RJ
ABES-DF
ACAMPAR RJ
APU/SP – Associação dos Profissionais Urbanitários – SABESP
ASEAC
ASSEMAE
BAÍA VIVA (RJ)
CASAN
CTB Nacional
CUT NACIONAL
DESA/UFMG
FENATEMA
FGTSUAS/SP – Fórum Trabalhadores do SUAS de SP
FIO CRUZ
FISENG
FITIUESP
FNU
FRUNE
IPPUR / UERJ
Leau/UFRJ – laboratório de Estudo de Águas Urbanas
OBSERVATÓRIO ISEE
Sindae-BA
SINDAEN-PR
SINDÁGUA MG
Sindágua-MG
Sindágua-RS
SINDIÁGUA-PB
SINTAEMA
Sintepi
SINTSAMA RJ
SITMSAPEL RS/PELOTAS
STIPDAENIT / RJ
Stiu-AP
Stiu-PA
STIU-RR
UFABC
UFBA
UFRJ
UNIGRAN RIO
URBANITÁRIOS DE PERNAMBUCO
UFMG

Leia também:
. FAMA: privatização do saneamento será enfrentada com a união de todos os movimentos
. Movimento de reestatização do saneamento no mundo se deve a má gestão do privado

Fechar Menu