Em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira, os trabalhadores da Prolagos rejeitaram, por 48 votos contra e 29 a favor, a proposta da empresa pela manutenção da cláusulas econômicas do Acordo Coletivo de Trabalho anterior, sem nenhum reajuste.

A proposta do Sindágua-RJ foi a correção dos salários e benefícios pelo INPC de 3,31%, relativo ao período de abril de 2019 a março de 2020, além de outros benefícios para os trabalhadores.

Só em 2019, o lucro líquido da Prolagos, empresa pertencente ao Grupo Aegea, foi de 101,5 milhões, um aumento de 12,9% em relação ao ano de 2018.

Com a rejeição dos trabalhadores, retomaremos as negociações com a empresa para tentar a correção salarial pelo INPC.

Fonte: Ascom Sindiágua-RJ

Fechar Menu