Acontece agora a quinta e última rodada de negociação da campanha de data base da Celesc. Os trabalhadores aguardam paralisados o desfecho da negociação que é muito forte em todo Estado.
A empresa quer retirar direitos pondo em risco o bom serviço prestado à população catarinense. As entidades sindicais têm, ao longo dos anos, contribuído com a gestão da empresa, primando pelo papel social da maior estatal catarinense e pela valorização dos trabalhadores. O trabalho em conjunto entre sindicato e trabalhadores levou os próprios consumidores a elegerem a Celesc sucessivas vezes como uma das melhores distribuidoras de energia do Brasil e da América Latina.
A postura da administração da empresa de total desrespeito com a história dos trabalhadores e com suas representações não deixa alternativa senão a mobilização. É preciso que o Governo do Estado intervenha junto à Diretoria, tomando a responsabilidade de conduzir o processo negocial com o respeito e seriedade que até o momento a Diretoria não demonstrou. Os trabalhadores permanecerão em alerta, mobilizados para defender o patrimônio público catarinense.

Fonte: Sinergia-SC

Fechar Menu