Os trabalhadores da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia – CAERD, reunidos na manhã desta quarta-feira (11/4), deliberaram pela suspensão da greve que teria início nesse mesmo dia. Essa decisão acontece devido ao compromisso firmado pelo governador Daniel Pereira de solucionar os problemas hoje enfrentados pela CAERD.

Vale lembrar que a Companhia tem, desde fevereiro de 2017, atrasado os salários dos funcionários. No final do ano, a crise se agravou e os trabalhadores já estão há cinco meses sem receber.

A categoria só decidiu pela suspensão da greve porque o governador se comprometeu a implantar um plano de contingência entregue pelo Sindicato dos Urbanitários de Rondônia – Sindur. Entre as propostas apresentadas, que visam buscar resolver os problemas da companhia, estão:

1 -pagamento dos salários em atrasos;

2- mais eficiência nos serviços das áreas de operação e comercial;

3- desoneração da folha de pagamento;

4-ACT 2018-2020;

5-ações judiciais em execução;

6-TAC/PAD-MPT;

7-PAC;

8-elaboração de um diagnóstico de contas a pagar.

Sobre a ilegalidade da liquidação da CAERD, a executiva do Sindur e o jurídico estão tratando com o Chefe da Casa Civil do governo do Estado. (Com informações do Sindur).

A LUTA CONTINUA!!!

Leia mais:

Arbitrariedade: por decreto, governador de Rondônia decide extinção da CAERD

Trabalhadores da Caerd aprovam greve após 4 meses sem salários

Fechar Menu