O Sindicato dos Urbanitários da Paraíba – Stiupb, sempre atento e em defesa dos legítimos interesses da classe trabalhadora, solicitou hoje ao Ministério Público do Trabalho a mediação para dar  continuidade as negociações junto à Cagepa para definição do Acordo Coletivo de Trabalho 2020/2022.

O pedido de mediação, de número 000827.2020.13.001-6, foi protocolado eletronicamente pelo presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez.

O Stiupb e os trabalhadores reprovaram a última proposta apresentada pela Cagepa para o ACT, com congelamentos dos salários, gratificações e do ticket alimentação até 2022 e a inaceitável possibilidade de demissão coletiva.

Para o Stiupb, a alegação da Cagepa para conceder melhorias no ACT não se sustenta, diante do momento financeiro equilibrado vivido pela empresa, mesmo durante a Pandemia.

Wilton Maia disse esperar que a mediação possa trazer novos horizontes para a classe trabalhadora, a manutenção do direitos com o reajuste salarial e outras cláusulas de interesse da classe trabalhadora: “Agora é aguardar quando acontecerá a mediação, acreditamos nas instituições e compreendemos que após frustadas todas as possibilidades de acordo no âmbito interno da Cagepa, o MPT pode equilibrar o processo negocial.

Fonte: Ascom Stiupb

Fechar Menu