O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba (Stiupb), está cobrando do deputado federal Hugo Mota (MDB-PB), explicações sobre sua posição em defesa dos interesses do serviço publico e do patrimônio do povo brasileiro., no que diz respeito ao processo de privatização da Eletrobras.

Motta é presidente da Comissão Parlamentar de Desestatização da Eletrobras. Ele próprio tem demonstrado ser favorável a esse processo e, neste dia 27, participando do evento Diálogo Público – Privatização da Eletrobras, promovido pelo TCU, disse em entrevista que os trabalhadores têm um custo muito alto para o Governo, comungando com a tese privatista que assola o País.

Na semana passada, o presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez, acompanhado de diretores do Sindicato paraibano e da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), tentou se reunir com o parlamentar em Brasília, mas este não atendeu a comissão do Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE), que integra a FNU.

Wilton Maia e demais diretores estavam em Brasília participando do Fórum Alternativo Mundial da Água e de reuniões no Senado e na Câmara para discussão de temas relacionados não apenas à privatização da Eletrobras/Chesf, mas também da tentativa de tomada dos recursos hídricos por parte do Capital privado.

“O Stiupb está de olho nos movimentos políticos da comissão  da Privatização  e vamos  cobrar do deputado Hugo Motta que ele se posicione”, destacou Wilton Maia.

Para o dirigente do Stiupb, é a hora do parlamentar ir à imprensa e dizer o que está acontecendo na Comissão que ele preside, “pois o próprio parlamentar tem se queixado, nos bastidores, que está sozinho e que os deputados da base do governo entram mudos e saem calados quando ficam nas reuniões da comissão. Quem não estiver com o trabalhador iremos levar isso ao conhecimento público”, afirmou Wilton Maia

O Stiupb está cobrando posições não apenas de Hugo Motta, mas de todos os deputados federais da bancada da Paraíba. (fonte: Stiupb)

Fechar Menu