Duas organizações não governantais europeias – “Corporate Europe Observatory” e “Transnational Institute”, criaram o site que rastreia a remunicipalização dos serviços de água e esgoto.

O site “Water Remunicipalisation Tracker”, em inglês, aponta que nos últimos 15 anos, 235 cidades em 37 países remunicipalizaram seus serviços de água e esgoto, abrangendo uma população de mais de 100 milhões de pessoas.

Ao contrário do que acontece no Brasil com uma onda privatista, devolver a gestão do tratamento e fornecimento de água e esgoto para o setor público é uma tendência global crescente.

Isso porque, os municípios constataram, segundo Satoko Kishimoto (Instituto Transnacional – TNI), que  “as privatizações ou parcerias público-privadas (PPPs) acarretam tarifas muito altas, não cumprem promessas feitas inicialmente e operam com falta de transparência, entre uma série de problemas que vimos caso a caso”

Site forma biblioteca do tema

A proposta do site Water Remunicipalisation Tracker  é reunir processos de remunicipalização – ou seja, de encerramento de concessões à iniciativa privada dos serviços municipais de água e esgoto – e criar uma espécie de biblioteca desses casos. Também há informações sobre como e por que se deram as remunicipalizações.

No site há formulário pelo qual qualquer pessoa pode notificar um processo de remunicipalização. Clique aqui para acessar o site.

 

Fechar Menu