A partir desta quinta-feira (24) o Sindieletro estará nas portarias da Cemig para construirmos, juntos, a luta necessária para conquistarmos nossas demandas, sobretudo o abono.

Chegamos no limite das negociações das nossas pendências. Com o cancelamento da reunião que haveria com o diretor Thiago Azevedo, na última terça-feira, 22, não nos resta outra alternativa senão a mobilização e a luta. É hora de partir para cima e cobrar respeito à nossa pauta.

A direção da empresa só vai se movimentar e negociar as mais de 40 pendências, entre elas o pagamento do abono, se os eletricitários mostrarem toda a sua insatisfação contra o descaso da gestão da Cemig.

Fechar Menu