A direção da Copanor interrompeu o diálogo com os trabalhadores no processo de negociações do Acordo Coletivo de Trabalho/2017, apesar do grande atraso nos entendimentos, lembrando que já passamos cinco meses de nossa data-base em 1º de novembro.

Em votação através de assembleias nas bases da Copanor, os trabalhadores rejeitaram a proposta da comissão, reivindicando que alguns pontos fossem melhorados.

Por seu lado, a direção da Copanor desconsiderou a proposta consensual discutida pelos membros da Comissão de Negociações (com representantes dos trabalhadores e da própria empresa) e decidiu afirmar sua intenção de apenas reajustar salários e benefícios pelo INPC de 1,83%, o que penaliza em muito a expectativa da categoria, que tem demandas urgentes e inadiáveis para melhorar as condições de trabalho e benefícios sociais.

O Sindicato insiste com a empresa para voltarmos ao diálogo, até que cheguemos a um acordo e que possamos superar a aflição dos trabalhadores, que continuam com os salários desafasados, represados desde novembro, sem qualquer reajuste.

Abaixo, reproduzimos a proposta da comissão de negociações, que esperamos ser discutida de forma aberta entre o Sindicato e a empresa.

Fechar Menu