O SINDÁGUA-MG agendou reunião no Ministério Público do Trabalho (MPT) para esta quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018, para discutir as alterações propostas pela Diretoria de Operação da Copasa para a jornada de trabalho.

A direção do Sindicato, em reunião com a Diretoria de Operação, afirmou que não concorda com as alterações e ressaltou que o Acordo Coletivo de Trabalho vigente e o Acordo Extraordinário de 1996 garantem jornada contratual de segunda a sexta-feira. Nestes instrumentos são asseguradas as jornadas de trabalho de segunda a sexta, com os finais de semana sendo apenas para plantões de trabalhos extraordinários, remunerados com 50% e 100% sobre as horas normais.

Qualquer alteração somente poderá ser processada por Acordo Coletivo aprovado pelos trabalhadores em assembleias gerais. (fonte: Sindágua-MG)

Fechar Menu