O Senergisul repudia as declarações da gestão do Grupo CEEE. É do conhecimento da sociedade, os estragos causados por ventos que passaram de 90 km/h e chuva torrencial. Árvores caem, galhos voam, lixo entopem bueiros,
casas são destelhadas; em pouco tempo, o caos está estabelecido. Muitos destes fatos tem como consequência a falta de energia elétrica. Como amenizar o problema? Cabe aos gestores ações de prevenção/manutenção. A diretoria da CEEE tem a responsabilidade pela manutenção das redes, a substituição de postes, a comunicação ao órgão competente da situação de galhos e árvores obstruindo as redes.

A mídia tradicional, infelizmente, continua atacando os eletricitários, que apesar do sucateamento provocado desde o governo anterior, estão trabalhando e não medem esforços para garantir energia na casa do consumidor; muitas vezes com falta de material e sem condições adequadas, arriscando inclusive a própria vida. No último temporal que castigou a capital, trabalharam 24 horas, mesmo com um número significativo de consumidores sem luz, restabeleceram em tempo previsto nas normas estabelecidas e com segurança. Em nada ficamos devendo, comparado com a distribuidora privada. O problema no Grupo CEEE continua sendo de gestão; quem está na diretoria da empresa, tem um único objetivo, entregar para a iniciativa privada. Usam de um instrumento cruel, atacar os trabalhadores, chegando ao disparate de usar COVID, pandemia mundial, como argumento para justificar sua incompetência gerencial.
Parabenizamos todos os colegas eletricitários, que trabalharam arduamente para restabelecer o caos causado pela tempestade. Merecem o nosso respeito e admiração.
Fonte: A Diretoria. SENERGISUL – Sindicato dos Eletricitários do RS

Fechar Menu