Nesta quinta-feira (30/8),  em leilão, a Eletrobras vendeu três distribuidoras de energia localizadas nos estados do Acre (Eletroacre), Rondônia (Ceron) e Roraima (Boa Vista Energia).

Para a diretora de Energia da CNU – Confederação Nacional dos Urbanitários  – e  do STIU-DF, Fabiola Latino, a privatização das distribuidoras reabre as portas para o desmonte do setor elétrico estatal. “A entrega das distribuidoras à iniciativa privada coloca a população dos estados em uma situação de vulnerabilidade. É certo o aumento na tarifa de energia e a precarização na prestação do serviço. Basta ver os efeitos da privatização da CELG para a população do Goiás. Além da perda da capacidade técnica, com demissões e a ampliação das terceirizações”.

Assista a explicação da dirigente da CNU/FNU.

Leia também:
Distribuidoras da Eletrobras Acre, Rondônia e Roraima são vendidas em leilão sem disputa

Na Pressão – pressione os parlamentares para não votarem pela privatização da Eletrobras

Contra a entrega do patrimônio público que pertence ao povo brasileiro, como as distribuidoras da Eletrobras e o Pré-Sal, eletricitários e petroleiros, com o apoio da CUT, lançaram uma campanha para pressionar os senadores a votarem contra os projetos de lei que permitem a entrega das estatais.

Para isso, basta acessar o site Na Pressão e mandar e-mail, telefonar ou postar recados nas redes sociais dizendo que é contra a entrega a preço de banana do patrimônio público brasileiro.

Ao acessar o site Na Pressão, o usuário encontrará duas colunas: a azul corresponde aos senadores favoráveis aos projetos e a coluna verde são os parlamentares que querem manter a energia e o petróleo com o controle do povo brasileiro.

É possível enviar mensagem a cada senador de forma individual ou é possível optar por encaminhar, de uma só vez, e-mail para todos os parlamentares indecisos ou a favor do governo do ilegítimo Temer pelo link “Ativar Ultra Pressão”. Ao clicar na foto individual do parlamentar, é possível acessar informações completas do deputado, como partido, estado e até mesmo contato para envio de mensagens por meio do whatsapp.

Urbanitários em luta: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.

ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

Fechar Menu