A deputada Margarida Salomão (PT-MG) foi eleita, na última quarta-feira (11/4), a nova presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU), na Câmara dos Deputados. Foram escolhidos, também, o 1º vice-presidente,Deputado João Daniel (PT – Partido dos Trabalhadores – SE), e o 2º vice, deputado Osmar Bertoldi (Democratas-PR).

Saneamento é tema prioritário

Margarida Salomão, em seu primeiro discurso na presidência do colegiado, anunciou que será feito um grande fórum para preparar o planejamento estratégico das atividades deste ano, envolvendo entidades, parlamentares e equipes, além de destacar a importância de manter uma gestão democrática na CDU, a exemplo da implementada pelo ex-presidente, Deputado Givaldo Vieira (PCdoB – Partido Comunista do Brasil-ES).

“A cidade é o espaço social mais relevante da convivência humana no mundo contemporâneo e é também o espaço da luta social dos conflitos que emergem. Todas as políticas se entrelaçam e se cruzam nas cidades”, afirmou a nova presidente da comissão – a terceira mulher a ocupar o cargo na história da Casa. Margarida ainda citou os temas prioritários que serão discutidos na sua gestão. São eles: saneamento básico, infraestrutura, mobilidade urbana e habitação.

Eleito 1 º vice-presidente da CDU, o deputado João Daniel enfatizou a relevância da comissão para a discussão da pauta urbana no país. “Estamos aqui à disposição para contribuir com essa comissão que é fundamental para a Câmara e para a sociedade. Todos nós temos clareza sobre as políticas públicas que esta comissão tem pautado ao longo da história, desde o saudoso companheiro Zezéu Ribeiro, que muito nos honrou em sua atuação e como presidente desta comissão”, salientou.

Legado de proximidade com movimento sociais

O ex-presidente, deputado Givaldo Vieira, que fez um balanço das atividades desenvolvidas em 2017 pela comissão, elencou a reaproximação dos movimentos sociais como o maior feito de sua gestão. “Pudemos estimular a resistência contra a tentativa de o governo federal privatizar o saneamento e o setor de energia elétrica, sempre com o protagonismo dos movimentos, e conseguimos conduzir a Comissão para debater, formular, com atividades interativas em todas as regiões do país. Esse é um dos legados que esperamos ter deixado para este Parlamento e para a sociedade e brasileira”, assinalou o parlamentar capixaba.

A primeira reunião deliberativa ordinária da CDU em 2018 será realizada na próxima quarta-feira (18/4), às 10h, já com a nova composição do colegiado, com 18 membros titulares e o mesmo número de suplentes. (fonte: Agência Câmara)

A FNU e integrantes da Frente Nacional de Saneamento Ambiental já entregaram manifesto para a deputada Margarida Salomão contra a Medida Provisória do Saneamento, que o presidente Michel Temer ameaça editar.

 Leia o Manifesto na íntegra: FNSA_Manifesto MP do Saneamento_02_04

 

Fechar Menu