31/08/2015

12º Cecut-MG: Secretário Geral da CNU foi eleito para a nova direção da Central

por: Rogério Hilário/ CUT

31A Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG) abriu oficialmente seu 12º Congresso Estadual  (12º Cecut) na noite de  sexta-feira, 28 de agosto,  com  Ato em Defesa da Democracia e da Petrobras, que contou com a presença do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, no Chevrolet Hall, em Belo Horizonte. O 12º Cecut teve como tema “Os desafios da classe trabalhadora em Minas e no Brasil”.

O ato também abriu o 44º Congresso Estadual da União  Estadual dos Estudantes (UEE). Mais de quatro mil pessoas participaram da atividade. Elas ovacionaram o ex-presidente e cantaram parabéns para a CUT, que comemorou 32 anos na sexta-feira. O Secretário Geral da Confederação Nacional dos Urbanitários, Jairo Nogueira Filho, participou das atividades e foi eleito ao fim do CECUT, Secretário Geral da CUT-MG.

 

O presidente da CUT Nacional, Vagner Freitas, afirmou que a atual crise política foi causada por uma minoria que não aceita os resultados das urnas, o que abre portas para a crise econômica. “Conclamo a essas pessoas que entendam que não vai ter golpe e que o terceiro turno precisa acabar. Manifestações como essa que vimos aqui na porta não ajudam em nada e mostram apenas intolerância e preconceito contra a classe trabalhadora”, afirmou.

 

Lula também deu seu recado à CUT, dizendo que a central pode não concordar com todas as ações da presidente, mas que não tem dúvida de que os trabalhadores vão apoiar Dilma e ajudá-la a fazer um governo melhor. Como se falasse diretamente para a presidente, Lula afirmou: “A CUT não concorda com tudo do seu governo, mas ela sabe o que você representa para esse país. Ela vai te ajudar a reduzir a inflação, a pensar modelos de desenvolvimento que possa gerar emprego, vai trabalhar para que você cumpra sua promessa de assentar todas as famílias e lutar para que nenhum direito seja perdido”

 

 

25/08/2015

Cohidro: espertos continuam a ‘fabricar’ diárias

por: Sindisan

 

Enquanto a Cohidro enfrenta o que podem ser seus últimos suspiros, diante da política perversa deste Governo, que demonstra cada vez menos interesse em salvar a Companhia, eis que alguns “chegados” de certas chefias ainda gozam do privilégio de receber diárias com pernoite sem fazer jus as mesmas.

Esses privilegiados (ou seriam espertalhões?) saem da sede da Cohidro com a devida diária anotada para posterior pagamento em contracheque, porém, jamais chegam ao destino informado. Tudo meticulosamente planejado. Ao passar dos portões da Cohidro, estes inconsequentes – travestidos de trabalhadores – tomam destino ignorado, indo para qualquer lugar, menos para onde deveriam ir desempenhar as suas funções.

Lamentável que, mesmo sabendo da situação atual em que se encontra a Cohidro, ainda exista gente desse tipo, pessoas que só pensam em levar vantagem a qualquer custo, não sabendo esses tolos desavisados que ato como esse que eles praticam os levará, junto com os demais trabalhadores da Cohidro, a ruína, porque vai ajudar a quebrar a Companhia.

E a culpa, certamente, será tanto de quem pratica esse golpe quanto de quem acoberta. É sempre bom lembrar pra essa turma que as tetas em que mamam essas regalias e sangram a Companhia não duram para sempre!

 

 

25/08/2015

EMBASA: QUARTA TEREMOS ASSEMBLEIA. VAMOS TOMAR POSIÇÃO SOBRE O PLANO DE SAÚDE

por: Sindae-BA

 

Em mais uma semana de luta para garantir nossos direitos ao plano de saúde, conforme previsto no acordo coletivo, trabalhadores (as) da Embasa farão assembleia nesta quarta (26), a partir das 9 horas, no CAB e nas 13 unidades regionais do interior. A assembleia vai discutir a tentativa do governo e da empresa de forçar a migração do plano atual para o Planserv. Não está descartada a possibilidade de uma greve.

A mobilização da categoria é fundamental para a proteção dos nossos direitos, pois a migração para o Planserv, como está proposta hoje, trará sérios prejuízos para todos (as). Depois de ter uma liminar negada na ação que pede o cumprimento do acordo coletivo (essa ação prossegue normalmente), o Sindicato aguarda o desfecho do julgamento de um mandado de segurança ajuizado na semana passada e que tem o mesmo objetivo.

Portanto, todos à assembleia desta quarta (26), valendo a recomendação feita anteriormente: ninguém deve entregar formulário de adesão ao Planserv e, quem já entregou, deve pedir a devolução. O pedido de devolução pode ser feito através de modelo disponível em nosso site.

 

 

25/08/2015

Cesan não quer negociar

por: Sindaema-ES

 

Dia 24 de agosto  foi dia de mobilização também em frente ao Tribunal Regional do Trabalho em Vitória. À tarde aconteceu mais uma audiência com o objetivo de buscar uma conciliação entre Cesan e a categoria. Mas, infelizmente a interferência da Justiça não teve êxito. A Cesan manteve sua posição de não negociar.

O Sindaema enviou sua defesa sobre os dados econômicos da empresa e agora vamos aguardar o Ministério Público do Trabalho e também a Cesan se manifestarem no processo. A data de julgamento do dissídio ainda não foi marcada.

Na próxima sexta-feira, dia 28, vamos realizar uma assembleia geral às 10 horas, em Carapina, para avaliar o movimento.

Avante companheiros, resistência e luta!

 

 

08/08/2015

Cesan: Nova assembleia na próxima quinta -feira (13)

por: Sindaema

” Vamos para o enfrentamento se for preciso. Não podemos aceitar esse discurso de ameça e intransigência da Cesan que apresentou reajuste zero e ameaçou demitir trabalhadores”.

A fala do presidente Leopoldino Batista expressa o sentimento de indignação dos cerca de 300 trabalhadores que participaram da assembleia hoje pela manhã em Carapina. A direção do sindicato vai buscar a intermediação da Superintendência Regional do Trabalho na próxima semana e uma nova assembleia da categoria está agendada para quinta-feira (13).

De cabeça erguida e unidos, vamos lutar para que nossos direitos e garantidas sejam reconhecidos. Se a empresa hoje é referência em gestão no País, isso é fruto da capacidade técnica dos seus profissionais que têm compromisso com a empresa pública e com a sociedade capixaba. Conhecemos bem o jogo político e o perfil deste governo que nunca poupou os trabalhadores e governa em prol da elite.

Avante, firmes no nosso propósito.

 

 

06/08/2015

Sindicato recebe homenagem em Bagé

por: Sindiágua-RS

 

O SINDIÁGUA foi homenageado pela comemoração de seus 30 anos, em Sessão Especial da Câmara de Vereadores de Bagé. Realizada na manhã de ontem, a iniciativa foi proposta pela bancada do PT.

Durante o evento, o presidente do Sindicato, Leandro Almeida, ressaltou a importância dos trabalhadores em saneamento. “Quando um dos nossos deveres é levar água de qualidade à casa de todos, somos responsáveis pela saúde da população. Almeida também ressaltou que a água deve ser tratada como um bem público, ficando longe do interesse privado.

 

 

05/08/2015

Greve na Cerb: Finalmente governo acena com possibilidade de nova proposta para o acordo

por: SINDAE-BA

 

Somente após 29 dias de greve o governo estadual acenou com a possibilidade de fazer uma proposta de acordo coletivo para colocar um fim à paralisação. Isso aconteceu durante a terceira audiência de mediação no Ministério Público do Trabalho, realizada na última segunda (3). Segundo o advogado e representante do governo, Diogo Araponga, nesta terça (3) estaria sendo realizada uma reunião governamental para discutir a campanha salarial em todas as empresas públicas, da qual deve sair uma proposta de acordo para encerrar os conflitos com as diversas categorias.

A pedido dele, a procuradora Rita de Cássia Mantovaneli e o Sindicato aceitaram suspender a mediação e marcar uma nova para a próxima quinta (6), às 13 horas, na expectativa de que a reunião entre o governo e empresas resulte, de fato, numa proposta que resolva os impasses com as diversas categorias.

Aos representantes do governo e da Cerb, o Sindicato informou que a greve será mantida pelo menos até a próxima quinta e que a proposta de acordo a ser apresentada deve contemplar também a reposição do pagamento dos dias cortados durante a paralisação.

A audiência de mediação foi acompanhada, mais uma vez, por grande número de trabalhadores (as) de Salvador e Feira de Santana. Ao final dela, a direção do Sindicato informou que, havendo uma proposta de acordo, uma assembleia será realizada na próxima sexta (7), em Salvador, a partir das 9 horas, tendo a presença de trabalhadores (as) de Feira de Santana. Não havendo proposta, serão realizadas assembleias em Salvador e Feira de Santana.

 

04/08/2015

Sindisan:Protocolo Geral está em situação precária

por: Sindisan-SE

 

A situação da sala do Protocolo Geral na DESO é um símbolo mais que claro de como está toda a sede da Companhia: no desprezo. Graças a “brilhante” iniciativa de se fechar vários postos de atendimento na Capital e escritórios no interior, o serviço de atendimento à população tem se concentrado, em grande parte, na sede.

E esse atendimento tem ocorrido de modo mais do que precário, queimando ainda mais a imagem já tão desgastada da combalida DESO. O cenário é dos piores. São cadeiras quebradas para os funcionários que ali trabalham, tendo apenas dois computadores, que sempre dão problema; a iluminação também é precária. O ambiente tem gerado grande insatisfação dos usuários.

Aliás, é importante salientar que a quantidade de funcionários no atendimento – apenas três – é totalmente insuficiente para atender tanta gente que chega, gerando filas e impaciência das pessoas, que não encontram sequer cadeiras para se sentar. Com frequência, aparecem usuários idosos, que sofrem ainda mais para ser atendidos. Cadeirantes também têm dificuldades, já que a sala é bem grande, mas colocaram um balcão que deixa pouco espaço para as pessoas e menos ainda para quem é cadeirante.

Para piorar a situação dos três funcionários no setor – e aumento da espera para os usuários – toda a parte de expedição de documentos de comunicação internos da DESO sai do Protocolo Geral. Tudo isso para apenas três pessoas operarem e ainda atenderem à demanda que vem de fora, que poderia ser bem menor se houvesse mais postos e escritórios de atendimento na Grande Aracaju.

É preciso que os gestores da Companhia tenham um mínimo de sensibilidade e transformem aquele setor num ambiente propício para os trabalhadores atuarem com eficiência e mais agradável para atender os usuários, que merecem todo o respeito e qualidade no atendimento. Afinal, pagam pelos serviços que a DESO oferece.

 

 

Fechar Menu