Desde o golpe de 2016, o Brasil passa por sucessivas ofensivas privatistas. E isso inclui a sistemática tentativa de privatização da Eletrobras. Neste tempo, o Coletivo Nacional dos Eletricitários vem travando uma luta árdua por saber da série de riscos que esta  privatização representa para o nosso país. Lutamos nas ruas, nas casas legislativas,
na mídia nos tribunais, nas redes sociais sempre por soberania nacional, segurança energética, meio ambiente e para que as famílias, indústrias e todos os setores da economia não tenham um aumento absurdo nas suas contas de luz. A nossa luta, portanto, é e sempre foi de combate à privatização da Eletrobras.
Recentemente o Deputado Elmar Nascimento (DEM BA), relator da MP 1031/2021 (MP do Apagão), disse na imprensa que tem se reunido com sindicatos representantes dos trabalhadores da Eletrobras. Disse também que pensa em soluções no seu relatório para que “em caso de privatização da Eletrobras, os empregados teriam alguma
garantia de emprego e uso de indenizações de demissão/FGTS para a compra de ações da Eletrobras”.

O Coletivo Nacional dos Eletricitários esclarece que tem dialogado respeitosamente com muitos parlamentares sempre em defesa da Eletrobras Pública. Dialogamos também, por mais de uma vez, com o Deputado Elmar Nascimento. Em todas as ocasiões sempre fomos firmes alertando sobre os riscos de uma eventual privatização
da Eletrobras e sempre reafirmamos o absurdo que é discutir a privatização por medida provisória, em rito sumário, no auge da crise do Covid19, quando o Brasil precisa fundamentalmente de vacina no braço e comida no prato!
Sobre qualquer oferta ou negociação que envolva a privatização da Eletrobras, reforçamos que somos veementemente contrários, nós não estamos à venda! E que seguiremos lutando intensamente contra a privatização da Eletrobras até a vitória definitiva.

Aproveitamos para reforçar a todas as trabalhadoras e trabalhadores, familiares e todo mundo que está conosco nessa corrente crescente de luta, que sigamos ativos, consolidados em força, mobilizados e atentos ao nosso robusto calendário de luta.
Acompanhem sempre os canais Salve a Energia. A nossa resistência está se intensificando e a boa luta é o único caminho possível! Sigamos firmes e obstinados! Eletrobras Pública, Brasil Soberano! Salve a Energia! Pelo futuro do Brasil!
Brasília, 28 de abril de 2021

Fechar Menu