A data-base de nossa categoria já está garantida em 1º de maio e o INPC acumulado em um ano foi divulgado em 5,07% pelo IBGE.

Os trabalhadores aprovaram a Pauta de Reivindicações e remetemos o documento para a Copasa em março, que infelizmente ainda não nomeou sua comissão para negociar o Acordo Coletivo com o SINDÁGUA, Senge e Saemg.

O processo de negociação coletiva totalmente paralisado mantém os trabalhadores sobre grande expectativa, pois temos ainda a grande confusão com a falta de nomeação da nova diretoria da Copasa pelo Governo do Estado. Temos uma briga de braço com o Governo, que parece não entender que precisaria, primeiro, nomear os membros do Conselho de Administração, para que este valide os eventuais nomes a serem indicados pelo governador para a direção da empresa.

Muitos perguntam ao Sindicato se a atual direção abdica de sua autonomia de negociar o acordo coletivo com a categoria, pois faz parte da gestão da empresa dar as condições de trabalho para que a mesma cumpra seus objetivos.

O Sindicato cobra celeridade na nomeação dos membros da comissão de negociação da empresa, para que possamos entabular uma negociação responsável do nosso Acordo Coletivo de Trabalho.

Fonte: Ascom Sindiágua-MG

Fechar Menu