O nome de Luiz Carlos Ciocchi, atual diretor presidente de Furnas, foi aprovado nesta terça-feira, dia 28 de abril, na Assembleia Geral Ordinária do Operador Nacional do Sistema Elétrico, como novo diretor-geral da instituição. A votação foi unânime. Segundo o ONS, pela primeira vez, por conta da pandemia do Coronavírus, a assembleia foi realizada em formato virtual.

Ciocchi sucederá a Luiz Eduardo Barata Ferreira, que ocupa a posição de 2016 e cujo mandato termina em 17 de maio. Graduado em Engenharia Eletrônica pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) e pós-graduado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Ciocchi é especializado em gestão, planejamento estratégico e desenvolvimento organizacional. Foi presidente da EMAE, vice-presidente da AES Brasil e AES Argentina. Atuou, ainda, nas empresas Ford e Queiroz Galvão.

Na mesma reunião, agentes do setor elétrico elegeram Alexandre Zucarato, atual gerente de Estratégia e Inovação da Engie Brasil, para a diretoria de Planejamento; e Marcelo Prais, que passa de assistente a diretor de TI, Relacionamento com Agentes e Assuntos Regulatórios. A definição de ambos foi unânime. Assim como o diretor-geral, esses profissionais foram eleitos para o quadriênio 2020-2024 e os mandatos terão início no dia 17 de maio.

Zucarato foi escolhido para o cargo de diretor de Planejamento e sucederá a Francisco Arteiro, que atuou no ONS desde a sua criação, em 1998, e concluiu o seu segundo mandato na função, não podendo mais ser reconduzido.

Enquanto Prais, novo diretor de TI, Relacionamento com Agentes e Assuntos Regulatórios, substituirá Álvaro Fleury, integrante do ONS desde 1998 e também impossibilitado de recondução.

Fonte:
Fechar Menu