Na próxima sexta-feira (26/02) partir das 14:00 hs (Brasilia), a Intersindical Energisa estará promovendo um debate com a presença do Gustavo Teixeira, assessor do CNE e diretor do Ilumina, sobre a Consulta Pública n° 62/2020, que trata de uma nova metodologia para o cálculo dos custos operacionais regulatórios, a ser aplicada a partir de 2021.

O Grupo Energisa tem pressionado e ameaçado os Sindicatos de retirar benefícios dos Acordos Coletivos ou de privatizar ainda mais os serviços prestados pelas concessionárias do Grupo justificando que essas medidas são para atender a essa nova metodologia de cálculo para o custo operacional das Empresas, adequando a essa resolução da Aneel.

Sabemos que, vindo da ANEEL, essa ameaça não ocorrerá apenas no Grupo Energisa mas para todos os Eletricitários do país. Diante disso, o objetivo do encontro é para entendermos sobre essa resolução e nos contrapormos às Empresas e a ANEEL e também fazermos nossas lutas contra a precarização advinda da Terceirização.

Fonte: Intersindical Energisa

Fechar Menu