Plataforma elaborada pela central traz reivindicações como a revogação do Teto dos Gastos, da “reforma” trabalhista e o combate à combate à desigualdade salarial

Nestas eleições, as trabalhadoras representadas pela CUT querem o compromisso dos candidatos pela revogação da “reforma” trabalhista e da terceirização total da mão de obra. Elas afirmam que foram golpeadas por essas medidas do governo Temer e para que o próximo governo reverta as perdas e não ataque outros direitos, a central elaborou a “Plataforma das Mulheres da CUT: Eleições 2018 – Nenhum direito a menos! “.

O documento construído a partir de debate coletivo entre dirigente sindicais de todo o Brasil e com a participação de economistas e cientistas sociais, baseia-se nos eixos da igualdade e não-discriminação no trabalho, violência contra a mulher, políticas públicas e compartilhamento de responsabilidade e direitos sexuais e reprodutivos.

“(A plataforma é) Um apanhado de propostas que a gente está levando para as candidatas e candidatos. É uma pauta de reivindicações das mulheres para que os eleitos implementem as políticas públicas para as mulheres”, afirma a secretária da Mulher Trabalhadora da CUT-SP, Márcia Viana, Seu Jornal, da TVT. “É muito retrocessoa gente vem perdendo muitos direitos e precisamos fazer esse debate.”

Na pauta de reivindicações também são destacadas a revogação da Emenda Constitucional (EC) 95 do Teto de Gastos – que congela por 20 anos investimentos sociais no país –, além do combate à desigualdade salarial e a análise dos planos de governo, entrevistas e atitudes dos candidatos frente a essas questões. (fonte: Rede Brasil Atual)

Assista à reportagem completa:


Leia também:
O que os programas de governo dos presidenciáveis dizem sobre as mulheres?

PARTICIPE DOS COLETIVOS DE  MULHERES DA FNU

Coletivo de Mulheres da FNU busca fortalecer a participação das trabalhadoras dentro das organizações sindicais, com o objetivo de:

. propor e monitorar políticas públicas e nos locais de trabalho para a melhoria da qualidade de vida das mulheres urbanitárias nas empresas;

. ampliar e consolidar a intervenção da articulação no cenário Nacional, Internacional, Estadual e Municipal;

. expandir as parcerias (nacionais estaduais, locais e internacionais) para desenvolver projetos de inclusão social para as mulheres urbanitárias;

. capacitar e conscientizar as mulheres urbanitárias nas questões de gêneros direitos e igualdade entre homens e mulheres.

Entre em contato conosco para saber mais sobre os coletivos da FNU e passar a integrá-los.

email: secretariageral@fnucut.org.br
telefone: (21) 2223 0822

ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

 

 

Fechar Menu