Foi realizada nos dias 29 e 30 de agosto de 2019 a PLENÁRIA ANUAL DOS URBANITÁRIOS – “NENHUM DIREITO A MENOS” e o 22º CONGRESSO NACIONAL EXTRAORDINÁRIO NACIONAL, respectivamente. Os eventos foram realizados no Hotel Nacional em Brasília. E contaram com uma excelente presença de dirigentes sindicais do ramo urbanitário.

A plenária e o congresso foram realizados em função do grave momento político que a classe trabalhadora vive, com a retirada de direitos e de conquistas históricas das nossas categorias.

O momento político é grave, por isso os trabalhadores urbanitários devem aprofundar a sua organização, unidade e luta. Somente desta forma será possível se contrapor aos ataques e alcançar o triunfo visando assegurar direitos, assim como, impedir as ações incansáveis do governo em privatizar o setor de saneamento e o Sistema Eletrobras.

Durante o 22º CONGRESSO NACIONAL EXTRAORDINÁRIO NACIONAL DA FNU e a PLENÁRIA ANUAL DOS URBANITÁRIOS – “NENHUM DIREITO A MENOS”, que contou com representantes da categoria de praticamente todos os estados, foram aprovadas as contas da diretoria e a autorização para a Federação se filiar à Confederação Nacional dos Urbanitários – CNU – que está em fase final de criação.

Esta plenária e o congresso reafirmaram o compromisso de luta, unidade e de mobilização das entidades sindicais do ramo urbanitário.

Leia também:
Mulheres urbanitárias propõem visão global sobre conjuntura atual e maior participação

Clique aqui para ver imagens do Congresso.

 

Fechar Menu