Neste 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, as diretorias da FNU – Federação Nacional dos Urbanitários – e da CNU – Confederação Nacional dos Urbanitários –  prestam sua homenagem a todas as mulheres, especialmente às mulheres urbanitárias, destacando a importância da luta travada diariamente por direitos, por liberdade, por respeito.

As diretorias da FNU/CNU, aproveitam a data, para reforçar o compromisso de lutar pela manutenção e ampliação dos direitos de todas as trabalhadoras e trabalhadores.

Água e Energia não são mercadorias! O grito das urbanitárias neste 8 de março

As urbanitárias engrossam a luta no Dia Internacional da Mulher e vão às ruas neste ano, em especial, para defender o direito à água e a energia para todos.

“As mulheres urbanitárias estão no dia a dia lidando com a questão da água, do saneamento ambiental e da energia nas empresas em que trabalham. As companheiras do setor de saneamento estão bravamente nas frentes de lutas nas entidades sindicais, batalhando contra a privatização das companhias estaduais de saneamento, como forma de preservar a água como um bem público e universal. As companheiras do setor elétrico estão fazendo a resistência contra a privatização do sistema Eletrobras e a entrega do patrimônio nacional à iniciativa privada que só visa lucro”, explica a Secretária da Mulher da FNU, Giovana Barros.

Fechar Menu