Segundo divulgou o site Poder 360, nesta terça-feira (13/8), o governo já escolheu os relatores do projeto de lei sobre a privatização das distribuidores Eletrobras. A conferir ainda a publicação oficial

O governo escolheu os relatores do projeto de lei que viabiliza a privatização das distribuidoras da Eletrobras nas comissões do Senado: o ex-ministro de Minas e Energia e senador Edison Lobão (MDB-MA) será relator na CCJ (Constituição e Justiça) do Senado e o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) relatará o texto na CAE (Assuntos Econômicos).

O texto deve passar também pela CI (Comissão de Infraestrutura), mas ainda não há relator definido.

Lobão, que foi ministro de Minas e Energia é considerado um  nome de influência no setor elétrico.

Já Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) é pai do deputado Fernando Coelho Filho (DEM-PE), ex-ministro de Minas e Energia de Michel Temer, que articulou a construção do texto enquanto ainda fazia parte do governo.

Tramitação atrasa planos do governo

A tramitação nas comissões atrasa os planos do governo, que pretendia vender as empresas, responsáveis que atuam no Norte e Nordeste, em 30  de ag0sto.

O Senado atuará no segundo semestre fazendo “esforços concentrados”, ou seja, semanas em que o governo se esforçará para reunir alto quórum e votar medidas. Isso é necessário porque os congressistas estão em campanha em seus Estados –muitos tentam a reeleição e outros tentam novos cargos na Câmara, nos governos estaduais ou na presidência da República, caso do senador Álvaro Dias (Podemos-PR).

A intenção do governo era dar caráter de urgência ao texto na volta do recesso parlamentar, o que permitia o PL ser analisado direto no plenário da Casa. Entretanto, não houve assinaturas suficientes para propor o requerimento. Sem perspectiva de votação no Senado, o governo já cogita adiar o leilão.

Na semana passada, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), afirmou ser “natural” que a matéria seja discutida amplamente pelos senadores. “As matérias precisam estar preparadas para virem à pauta”, disse. O desejo de Eunício é evitar pautas polêmicas em plenário e deixar decisões importantes, como privatizações, para o próximo governo eleito.

O objetivo do Planalto é leiloar a Amazonas Energia, Boa Vista Energia (Roraima), Ceron (Rondônia) e Eletroacre em agosto. A venda da Ceal, que atua no Alagoas, está suspensa por liminar (decisão provisória) do STF (Supremo Tribunal Federal). (com informações: Poder 360)

Leia também:
Leilão das distribuidoras da Eletrobras pode ser adiado à espera do Senado

CNE mostra força e barra votação para venda das distribuidoras Eletrobras
Após articulações, CNE consegue suspender votação da proposta de privatização da Eletrobras

Fechar Menu