A luta dos sindicatos contra a privatização e as investidas da Cedae já tem sido considerada uma das mais intensas dos últimos anos, exigindo dos dirigentes sindicais grandes e enérgicas ações para neutralizar e impedir a venda da empresa e a perda dos direitos adquiridos com tanto sacrifício.

Esta quarta-feira (07/08), foi um dia verdadeiramente produtivo, onde os trabalhadores, unidos aos dirigentes sindicais João Marcos, presidente do Staecnon; Humberto Lemos, presidente do Sintsama; Sérgio Araújo, presidente do Stipdaenit; Ary Girota, diretor do Stipdaenit, dentre outros diretores, conseguiram dar voz a categoria ao conduzirem até o plenário da ALERJ, através de dossiê, as denúncias de assédio e o descumprimento do ACT referente a escala de trabalho.

DEPUTADOS REPUDIAM AÇÕES DO PRESIDENTE DA CEDAE

O Deputado Luiz Paulo Correa, durante sua fala pediu moção de repúdio contra presidente da Cedae pela maneira com que vem conduzindo a Companhia, agindo unilateralmente, fechando o canal de comunicação com as entidades sindicais, principais porta-vozes dos trabalhadores. Durante o encontro, insatisfeito com ao ações do atual gestão, o Deputado Rosenberg Reis solicitou a sua assessoria que agende uma reunião urgente com presidente da Cedae, a fim de obter esclarecimentos.

Entre os diversos parlamentares abordados estão: Márcio Pacheco – líder do governo, André Cecíliano, Presidente da ALERJ, Delegado Carlos Augusto, Márcio Canela, Rosemberg Reis, Bruno Dauaire, Luiz Paulo Correa, Flávio Serafim e Welberth Rezende.

Fonte: Ascom Staecnon

Fechar Menu