No último dia 2/9, o governador Belivaldo Chagas se reuniu, na Agência Reguladora de Sergipe (Agrese), com representantes de oito empresas interessadas na elaboração dos estudos de viabilidade nos serviços públicos de fornecimento de água e esgotamento sanitário nos municípios operados pela DESO. Ainda que Belivaldo não fale em privatização, o risco existe, para além da entrega do filão do saneamento básico, que é a manutenção do esgotamento sanitário, para a iniciativa privada através das parcerias público-privadas (PPPs). Em resposta à iniciativa da Agrese, que no entendimento do SINDISAN, não tem legitimidade para tocar qualquer proposta de PPP ou PPI, a direção do sindicato iniciou diálogo com parlamentares estaduais, colocando como ponto central a defesa da DESO como empresa pública e contra qualquer possibilidade de privatização da Companhia.

Leia a matéria completa no jornal Água Quente clicando no link abaixo.

AGUA_QUENTE__SINDISAN_ED1213 (1)

Fechar Menu