O Sindicato dos Urbanitários no Distrito Federal denunciou nesta quarta-feira (27) que a Eletronorte está descumprindo a CLT com demissão de 324 funcionários, entre eles nove dirigentes sindicais e membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa).

Entre os que estão sendo notificados da demissão estão ainda trabalhadores que  foram responsáveis pela recuperação do sistema elétrico no Amapá.

Em nota, o Sindicato dos Urbanitários afirma que nos últimos anos a direção da Eletronorte “tem atuado de forma implacável contra os trabalhadores e trabalhadoras da empresa,  e além da constante tentativa de retirar direitos, agora promove o caos interno com a demissão de centenas de profissionais”.

“São técnicos, engenheiros, assistentes administrativos e outros trabalhadores que sustentam e mantêm o pleno funcionamento da empresa”, diz o sindicato.

“A direção da empresa desrespeita os trabalhadores e trabalhadoras da Eletronorte ao demitir de forma tirana os seus profissionais e viola a legislação sem qualquer preocupação com o futuro da empresa e do setor elétrico. Cabe registrar que essa medida coloca em risco a segurança energética e a soberania nacional”, alerta.

Fonte: Brasil 247

Fechar Menu