A apuração das eleições 2018 do STIU-DF na noite desta quinta-feira (10/5), indicou: A Chapa 1 – União, Luta e Resistência foi declarada vencedora com 909 votos de um total de 946, após contagem das cédulas em 22 urnas. Houve 23 votos brancos e 14 nulos.

O processo eleitoral durou dois dias, com a participação das trabalhadoras e trabalhadores da CEB, ONS, Eletronorte e Furnas em Brasília, Serra da Mesa, Gurupi e Minaçu.

Ao contrário de 2015, quando houve duas chapas e o processo foi bem disputado, este ano houve apenas uma. O desafio desta vez foi atingir o quórum mínimo de 50% mais um, do total de 1.743 filiados, ou seja, 873 votos.

O diretor do STIU-DF Ernane Alencar destaca que, uma vez superado o processo eleitoral, os diretores agora intensificarão ainda mais as lutas que estão em andamento.

“Mesmo durante o processo eleitoral não deixamos de lado lutas importantes contra a proposta de privatização da Eletrobras, a campanha salarial nacional e a PLR. Tivemos que nos dividir para todas essas tarefas, mas agora retomaremos com foco total”, aponta Alencar.

Os membros da Chapa 1: União, Luta e Resistência conduzirão as atividades sindicais do STIU-DF no triênio 2018/2021. (fonte: Stiu-DF)

As diretorias da FNU – Federação Nacional dos Urbanitários – e da CNU – Confederação Nacional dos Urbanitários – parabenizam a nova direção eleita no Stiu-DF!

Fechar Menu