Um dos cotados para ser ministro de Minas e Energia no governo de Jair Bolsonaro é o economista e ex-assessor da direção da Agência Nacional do Petróleo, Adriano Pires, que prega o estado mínimo para os pobre e máximo para os ricos. Ele se reuniu com Bolsonaro na semana passada, mas negou na segunda-feira (29/10) que tenha recebido o convite.

Segundo o economista, Bolsonaro reafirmou que pretende vender refinarias de petróleo da Petrobras.

Pires, que é neoliberal e fundador e diretor do Centro Brasileiro de Infra Estrutura, disse que foi chamado para a conversa com Bolsonaro pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), possível ministro da Casa Civil. O economista afirmou que conhece Onyx devido a palestras que fez para parlamentares do DEM.

Ao ser perguntado em quem votou no 2º turno das eleições, Pires disse Bolsonaro. Mas no primeiro, Geraldo Alckmin (PSDB). (fonte: Stiu-DF)

 

Leia também:
. 20 e 21 de novembro: Seminário de Conjuntura do CNE – Coletivo Nacional dos Eletricitários

Luta contra privatização da Eletrobras não acabou: continuamos firmes
. Vitória: Senado rejeita projeto sobre venda de distribuidoras da Eletrobras

Urbanitários em luta: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.
ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

 

Fechar Menu