Em Assembleia realizada no último dia 28, trabalhadores da base Rio do Setor Elétrico — Eletrobras, Furnas, Eletronuclear e Cepel — deliberaram pela decretação de greve de 72 horas a partir do dia em que o Senado definir a data de votação da MP 1031.
Ficou definido ainda na que a categoria está em Assembleia permanente, que pode ser convocada pelo Sintergia a qualquer momento para dar continuidade à luta contra a privatização do Setor, que é estratégico e lucrativo, mas que o atual governo pretende privatizar contrariando todas as análises técnicas apresentadas pelas entidades sindicais.

Clique abaixo e leia o boletim do SINTERGIA-RJ.

31-05

Fonte: Ascom Sintergia-RJ

Fechar Menu