Dirigentes do Sindieletro-MG e de outras entidades protestam contra demissões anunciadas no primeira dia do governo Romeu Zema

A luta em defesa da garantia de emprego não tira férias. Na última sexta-feira, dia 4 de janeiro, a direção do Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores na Indústria de Energética de Minas Gerais (Sindieletro-MG) esteve presente no Ato Público contra as demissões dos trabalhadores da MGS  anunciadas no primeiro dia do governo Romeu Zema.

O protesto teve  passeata pelas ruas de Belo Horizonte e ocupação da entrada do Ministério Público do Trabalho (MPT), onde está sendo realizada audiência sobre a situação dos concursados.  (fonte: CUT-MG)

Essa luta é de todos.

Urbanitários na resistência: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.
ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

 

Fechar Menu