O Senado votou nesta quinta-feira (6/5) o PL 3261/2019 do Senador Tasso Jereissati que privatiza as ÁGUAS BRASILEIRAS.
A propositura segue agora para discussão e votação na Câmara dos Deputados.

Sob o argumento de que atualiza o marco legal do saneamento básico, mais uma vez o Congresso Nacional tenta privatizar o saneamento e entregar ao setor privado internacional o controle de nossas empresas públicas, assim como todos os recursos hídricos.

A pergunta é: qual empresa privada fará saneamento nos locais mais pobres e longínquos, senão houver financiamento público? CERTAMENTE A CONTA DE ÁGUA VAI SUBIR.

Nossa luta continua contra a privatização do saneamento!

Assista a sessão de votação no Congresso:

Fechar Menu