A FNU e a CNU saúdam os servidores pela passagem do seu dia. E reiteram seu apoio a luta contra a reforma administrativa  pretendida por esse governo antipovo, que quer retirar o estado da sua condição de garantidor de serviços para a população.  Por isso, esta na luta também junto com as centrais e sindicatos.

Atividades de luta

A CUT, demais centrais e as entidades que representam os servidores e as servidoras de todas as esferas – federal, estadual e municipal – realizarão manifestações nas ruas e nas redes em todo o país, nesta quarta-feira (28), Dia do Servidor Público.

Os atos serão em defesa do serviço público de qualidade para a população, das empresas públicas que estão na mira da privatização, como os Correios, Banco do Brasil, Petrobras, Caixa Econômica e Eletrobras, pela valorização do servidor público, e contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 32/2020), encaminhada pelo presidente jair Bolsonaro (ex-PLS) ao COngresso Nacional, que prevê uma reforma Administrativa, que pode acabar com o serviço público no Brasil.

Reforma Administrativa desconhece realidade de servidores públicos do Brasil

“Neste 28 de outubro não temos o que comemorar”, disse o diretor Executivo da CUT, Pedro Armengol, se referindo aos ataques do governo federal contra a categoria e contra o serviço público.

Um dos ataques é a PEC 32 que, se aprovada, pode acabar com o serviço público no Brasil, pois prevê uma profunda mudança no papel do Estado no Brasil, com a precarização do serviço público, retirada de direitos dos servidores e o início do modelo de Estado mínimo e que deixará milhares de pessoas sem acesso a serviços básicos essenciais, avalia o dirigente.

Leia a matéeria completa no site da CUT; clique no link abaixo.

https://www.cut.org.br/noticias/confira-onde-tem-ato-nesta-quarta-feira-28-dia-do-servidor-publico-8e9f

Fechar Menu