A GREVE DOS TRABALHADORES DO SISTEMA ELETROBRAS CONTINUA!
É por direitos, é contra a privatização da Eletrobras!

Em reportagem da Rede TVT dirigentes do Coletivo Nacional dos Eletricitários – CNE – falam do movimento grevista, explicam suas motivações, amplitude e desafios.
Assista: 👇

Os eletricitários do Sistema Eletrobras completam, nesta terça (1/2), 16 dias de paralisação, que começou em 17 de janeiro com os trabalhadores da Furnas; dia 24 houve adesão da Eletronorte; dia 27 da Eletrosul; e na última sexta-feira (28/1) foi a vez dos eletricitários da Chesf (Nordeste) iniciaram a greve.

Os trabalhadores protestam contra a intenção da Eletrobras de aumentar de 10% para 40% o valor das alíquotas do plano de saúde, descontadas de seus contracheques. O aumento, que começa a vigorar já a partir de fevereiro deste ano, é parte do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), imposto à categoria. O movimento também ocorre em razão do governo federal dar sua cartada final para tentar a privatização da Eletrobras ainda este ano.

Leia também:
. Greve dos eletricitários completa duas semanas: é por direitos, é contra a privatização da Eletrobras
. Greve dos eletricitários por todo o país: trabalhadores da Chesf iniciaram paralisação nesta sexta (28/1)
Eletricitários da Eletrosul em MS, SC, PR e RS aderem à paralisação nacional
Greve dos eletricitários continua: 10 dias sem trégua
Eletricitários de todo o país em greve por tempo indeterminado: por direitos e contra a privatização da Eletrobras
. Canal aberto aos eletricitários para denunciar assédio moral ou coerção durante a greve
CNE oficia Eletrobras sobre greve dos eletricitários

Algumas imagens do dia: