Atualização em 24/8/18, às 12h30

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado remarcou a  audiência pública para debater sobre  “Democracia e Direitos Humanos”, com foco na Privatização da Água, marcada para 29 de agosto passou para o dia 5 de setembro, às 14h. 

A Frente Nacional pelo Saneamento Ambiental, da qual a Federação Nacional dos Urbanitários – FNU – é uma das entidades coordenadoras, participará como representante na mesa de debates, afirmando sua posição de que água é direito e não mercadoria e contra a MP 844/18 – a MP da Sede e da Conta Alta, que altera o marco legal do saneamento básico e que, na prática, privatiza o saneamento.

A audiência acontece no Plenário n“ 2, da Ala Senador Nilo Coelho, do Senado Federal – Brasília – DF.

A audiência será interativa e contará com transmissão ao vivo pelo site do Senado: www.senado.gov.br
Para a interação, acesse: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/principalaudiencia

O coordenador da Frente Nacional pelo Saneamento Ambiental,  Arilson Wunsch, explica a importância da audiência e faz um convite para todos participarem. Assista. ATENÇÃO: AUDIÊNCIA REMARCADA PARA 5 DE SETEMBRO

Diga NÃO à MP do Saneamento: vote na consulta pública do Senado

O Senado Federal abriu Consulta Pública sobre a medida provisória (MP 844/18), a chamada MP do Saneamento, que altera o marco legal do saneamento básico e altera a Lei nº 9.984, de 17 de julho de 2000, para atribuir à Agência Nacional de Águas competência para editar normas de referência nacionais sobre o serviço de saneamento.

Na prática, é a medida prevê a privatização do saneamento.

Vote contra essa medida na Consulta Pública do Senado.
Clique aqui para votar NÃO.

Mãos à obra. Vamos votar NÃO e pedir aos familiares e amigos para votarem NÃO também. Juntos vamos impedir a privatização do saneamento!

Leia a íntegra da MP do Saneamento: MP-844-18 – MP do Saneamento

Não vamos deixar que a MP do Saneamento seja aprovada pelo Congresso. 
Vamos à luta contra mais esse retrocesso proposto pelo governo ilegítimo.
Urbanitários em luta: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.

ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

Fechar Menu