O rompimento de uma barragem da mineradora Vale na Mina Feijão, em Brumadinho, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte, causou uma avalanche de lama e rejeitos de mineração que devastou parte da comunidade da Vila Ferteco, no início da tarde desta sexta-feira, 25 de janeiro. O desastre já deixou ao menos nove mortos e os bombeiros ainda trabalham nas buscas e resgate de soterrados e estimam em 345 os desaparecidos. A FNU – Federação Nacional dos Urbanitários – se solidariza com a população de Brumadinho.

Leia também:
Solidariedade à população de Brumadinho e denúncia sobre como as privatizações põem lucro acima de vidas
Quanto VALE a vida, quantas vidas a VALE e a mineração vão matar?

Urbanitários na resistência: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.
ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

Fechar Menu