Os trabalhadores (as) da Caerd iniciaram na manhã desta segunda-feira (7/5) paralisação de suas atividades, reivindicando o pagamentos dos quatros meses em atraso dos salários.

A decisão pela greve ocorreu em assembleia realizada na última sexta-feira (4/5).

Em comunicado, o Sindur – Sindicato dos Urbanitários de Rondônia – explicou que a expectativa era de que no dia 4, após a Assembleia do Conselho de Administração da CAERD, se colocaria fim “a essa agonia que se arrasta desde o dia 7 de abril, quando ocorreu a primeira reunião com o novo Governador. A Assembleia, poderia além da posse dos novos conselheiros, destituir os membros que compõe o conselho, exonerar a Diretoria e ainda dar posse aos novos diretores. Contudo, o único ato que ocorreu foi a posse dos dois novos conselheiros”.

Foi devido a esse impasse e conforme deliberado na última assembleia geral dos trabalhadores ocorrida no dia 26/4 em todo o estado, o Sindir convocou todos os trabalhadores e trabalhadoras para dar início a greve, nesta segunda-feira (7/5) pelos  quatro meses de salários atrasados ( janeiro, fevereiro, março e abril).

A FNU – Federação Nacional dos Urbanitários –  está ao lado dos trabalhadores(as) da Caerd nessa justa reivindicação!

“SEM SALÁRIO , NÃO HÁ TRABALHO”

Deixe uma resposta

Fechar Menu